Ânima

Amadas leitoras... é Páscoa.


Esta celebração em sua origem significa passagem ou travessia. É a comemoração da libertação dos escravos no Egito pelo profeta Moisés. Direcionados pelo manto Divino e pela fé, atravessaram deserto, enfrentaram os mais diversos desafios, o mar se abriu possibilitando a chegada à terra prometida. Para o cristianismo é a celebração da ressurreição de Jesus, ocorrida após sua crucificação no calvário.


Ambas, celebrações me fazem refletir que a vida sempre nos dá uma nova oportunidade. Temos a força para atravessar desertos, cruzar mares, ressignificarmos nosso olhar para a vida.


Tudo que nos acontece nos fortalece e pode ser uma grande oportunidade de lapidação.

Nesse domingo de ressurgimento, de aprimoramento, de travessia, de espiritualidade e de encontro com uma melhor versão de nós mesmas, a música que tem tocado o meu coração é a belíssima obra de Milton Nascimento, chamada Ânima.

Ânima fala de ampliarmos a nossa percepção do mundo, de lapidar nossa busca pela vida, de recriar os momentos belos vividos e ATRAVESSAR às fronteiras desse mundo interno e admirarmos a vida com calma. Ao limparmos a nossa casa interior, ao sentirmos a possibilidade de uma nova forma de viver, através da inspiração, enchemo-nos de coragem e de vida. Após essa viagem interior de se lapidar, podemos nos gratificar pela paz que nos habitará, sem precisarmos nos preocupar em procurar a tão sonhada paz, pois ela estará presente em nós, na nossa casa aberta para a prosperidade.


E apresento essa bela canção, na interpretação de Leila Pinheiro, que pela doçura de sua voz me faz crer que a travessia nessa busca de me lapidar pode ser leve e serena.


Desejo a todas nós, mulheres fortes uma travessia serena, um encontro com o que há de mais belo em nós e que possamos reconhecer as nossas mais lindas virtudes, desejo que possamos ressurgir no mais íntimo do coração a certeza de que somos capazes, que somos um tesouro reluzente.


Feliz páscoa!




24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo