Acne: um problema só de adolescentes?


Olá minhas queridas, estamos de volta com mais um artigo. Dessa vez continuaremos no tema da dermatologia.


Vamos falar de acne, as famosas espinhas.

Será que esse é um problema apenas dos adolescentes? Que medidas podemos fazer para prevenir e tratar esse problema? Vem comigo para saber um pouquinho mais desse assunto.


A acne é uma doença de pele caracterizada pela inflamação da pele levando ao aparecimento de cravos e espinhas, são provocadas pela obstrução das glândulas sebáceas, responsáveis pela produção de sebo da pele, e podem ser influenciadas por vários fatores, como excesso de oleosidade, acúmulo de bactérias, desregulação hormonal e tendência à inflamação e ao acúmulo de células e tecidos mortos.


A acne é considerada uma doença crônica e não apenas uma alteração passageira e limitada ao período da adolescência, apesar de ser mais frequente nessa fase, ela pode se manifestar em adultos, em diferentes fases e por motivos diversos.


Os principais responsáveis pelas alterações das características da pele são os hormônios sexuais, tanto estrógenos quanto andrógenos. As lesões aparecem com mais frequência na face, mas também podem ocorrer nas costas, ombros e peito. Outros fatores associados ao aparecimento da acne são situações de estresse, período gestacional ou no período menstrual.


Certos medicamentos como corticoides, vitaminas do complexo B, exposição exagerada ao sol, tabagismo, contato com óleos, graxas ou produtos gordurosos, época do ano, principalmente o inverno, podem favorecer ao surgimento da acne.


A acne pode ocorrer de diversas formas, sendo classificada em 4 graus de acometimento. Grau I: são apenas cravos, sem lesões inflamatórias (espinhas); Grau II: apresenta cravos e espinhas pequenas, com pequenas lesões inflamadas e pontos amarelos de pus; Grau III: apresenta cravos, espinhas pequenas e lesões maiores, mais profundas, dolorosas, avermelhadas e bem inflamadas (cistos); Grau IV: apresenta cravos, espinhas pequenas e grandes lesões císticas, múltiplos abscessos, cicatrizes irregulares resultando em deformidade da área afetada.


O ideal é a acne ser tratada o mais precocemente possível. Seu controle é recomendável não só por razões estéticas, como também para preservar a saúde da pele e a saúde psíquica, além de prevenir cicatrizes difíceis de corrigir. Um fato importante é: quem tem acne não deve, em nenhuma hipótese, cutucar ou espremer as lesões, pois isso pode levar à infecção, inflamação, cicatrizes e piorar as lesões já existentes.


O tratamento vai variar de acordo com a gravidade e a localização, e em função de características individuais. Em formas leves, o tratamento pode ser apenas local, com inúmeros produtos existentes no mercado, isolados ou combinados com a limpeza de pele.


O tratamento hormonal, com anticoncepcionais orais é sempre útil para as mulheres, desde que não existam contraindicações.


Em alguns casos, quando não há uma boa resposta aos tratamentos e se percebe uma tendência para cicatrizes o mais indicado é iniciar ,desde que não existam contraindicações, a isotretinoína oral, o famoso Roacutan®. Contudo, essa droga é absolutamente contraindicada quando há possibilidade de gravidez, pois pode causar danos graves ao feto. Os efeitos colaterais mais comuns são: ressecamento dos lábios, nariz, olhos, pele do corpo; aumento do colesterol, triglicerídeos e enzimas hepáticas. Portanto, são necessários exames de sangue antes e durante o tratamento.


A prevenção começa com higiene adequada da pele com um sabonete ou produto de limpeza indicado especialmente para pela acneica ou oleosa. A limpeza excessiva é prejudicial à pele causando irritação e pode piorar as lesões. Também se deve evitar cosméticos que aumentem a oleosidade. As pessoas com acne, como todos, devem se expor ao sol de maneira cuidadosa, sempre com uso de protetor solar.


Alguns hábitos podem evitar o surgimento da acne. Entre eles, está o consumo de alimentos ricos betacaroteno, como cenoura, beterraba, mamão, brócolis, couve. É sempre importante manter o corpo bem hidratado, para que seja possível a eliminação de toxinas da pele, e além de manter o corpo hidratado, hidrate também sua pele, inclusive se ela for oleosa.


Uma dica importante é evitar alimentos gordurosos e frituras, pois eles estimulam a produção das glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele e favorecendo o surgimento da acne. Uma dúvida muito comum é em relação ao consumo do chocolate e aumento das espinhas. No entanto, o que é prejudicial à pele é o açúcar, portanto, prefira sempre as versões com porcentagens de cacau mais altas.


Então é isso minhas queridas, espero que tenham aprendido um pouquinho mais a respeito da acne. Use sempre um sabonete apropriado, hidratante facial e protetor solar. Procure sempre um profissional qualificado para realizar procedimentos estéticos. Tire suas dúvidas com seu médico, e cuide da alimentação, nada de exagero com açucares e carboidratos.




18 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo