Alimentação X TPM


Leitoras amadas é uma alegria recebê-las no meu espaço Nutrindo a Vida, meu nome é Thaís e vou compartilhar com vocês dicas para uma alimentação saudável, equilibrada, respeitando as crenças e sabendo que a mudança no comportamento alimentar acontece por meio de uma série de fatores, inclusive de acompanhamento individualizado que considere as particularidades envolvidas.

Sou nutricionista e acredito que a alimentação é um conjunto de nutrientes, acompanhados de sabores, sentimentos, anseios e questionamentos, mas, sobretudo de oportunidades.

E para começar, vamos conversar um pouquinho sobre como a alimentação pode te auxiliar na tão famosa e temida TPM.

A mulher passa por diferentes fases do seu ciclo fértil, menstruação, gravidez, menopausa...Estes ciclos femininos possuem características muito particulares, com alterações hormonais que desestabilizam o humor e até mesmo a saúde. E para não sair tanto do eixo, a alimentação pode se tornar uma ferramenta valiosa para saúde da mulher, amenizando os sintomas e desconfortos causados por estes períodos.

Em média, entre o décimo dia do ciclo e dois dias após o início da menstruação, é o período que mulher fica mais suscetível aos desagradáveis sintomas pré-menstruais, a tão falada TPM. Dentre eles estão: dores de cabeça, inchaço, sensibilidade e dores nos seios, vontade de comer doces de maneira compulsiva, dores, irritabilidade, desânimo, choro fácil e outros. Neste período, o organismo precisa de nutrientes que amenizem estes sintomas, fibras, ácidos graxos, vitaminas E do complexo B, minerais podem trazer alívio para os tão indesejados sinais pré-menstruais.

Então, algumas dicas podem fazer o organismo feminino a trabalhar a favor de seu bem-estar durante este período, tais como:

· Aumentar a ingestão hídrica, pois a água desintoxica o organismo e ajuda a desinchar. Então, também vale incluir sopas e chás (menos mate e preto) sem açúcar, claro! E ainda, consumir água de coco, que além de refrescante, é uma excelente opção de hidratação;

· Consumir inhame, pois este alimento tem a capacidade contribuir para o equilíbrio dos níveis de progesterona, amenizando cólicas menstruais e outros sintomas da TPM, além de reforçar as defesas do corpo, ele tem ação anti-inflamatória. Vale lembrar que o inhame é uma fonte saudável de carboidrato, que pode ser usada com versatilidade na cozinha, em preparações como refogados, ensopados, purês, vitaminas, chips e outras;

· Incluir no cardápio alimentos ricos em vitamina B6, pois ela auxilia na diminuição das dores de cabeça e da irritabilidade, então no período pré-menstrual a mulher pode enriquecer as preparações com aveia, nozes, amendoim, salmão, atum, fígado de boi e leguminosas;

· Ingerir alimentos fonte de vitamina E podem contribuir para o alívio da cefaleia, dores as mamas e cólicas. Podemos encontrá-la em alimentos como: cereais integrais, castanhas, azeite de oliva, azeitona, gema de ovo e agrião;

· As folhas verdes escuras, como couve, espinafre e brócolis e ainda, linhaça, grão de bico e sardinha são boas fontes de cálcio, que também aliviam as dores de cabeça e diminuem a irritabilidade. Por:


56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo