Novembro Azul


Olá meus queridos, estamos de volta com mais um artigo para nossa coluna. Depois de abordarmos o outubro rosa, dessa vez vamos falar a respeito do Novembro Azul, mês voltado para prevenção do câncer de próstata e incentivar os homens a cuidarem de sua saúde de um modo geral. Então o artigo desse mês é para toda família, pois sabemos o quanto nossos avós, pais, companheiros são teimosos, então cabe a nós orientá-los a respeito disso.


O Novembro Azul surgiu em 2003 em Melbourne, na Austrália, a partir da iniciativa de dois amigos, Travis Garone e Luke Slattery, que tiveram a ideia de associar o bigode com a conscientização sobre a saúde masculina. Eles escolheram o mês de novembro para deixar o bigode crescer, pois, no dia 17, já se comemorava o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata. No ano seguinte, surgiu a Movember Foundation o nome veio da junção das palavras moustache (“bigode”) e November (“novembro”) –, uma organização sem fins lucrativos que visava à arrecadação de fundos para o combate ao câncer de próstata. O Movember chegou ao Brasil em 2008, trazido pelo Instituto Lado a Lado pela Vida em conjunto com a Sociedade Brasileira de Urologia.


Embora comum, por medo ou desconhecimento, muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto. Por isso, a necessidade de desenvolver ações para estimular a realização do diagnóstico precoce, já que as taxas de incidência no Brasil vêm aumentando devido ao aumento da expectativa de vida.


E por que é tão importante o Novembro Azul?


Porque o câncer de próstata é o segundo câncer mais comuns nos homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma, e é responsável pela morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias.


Conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), estima-se que cerca de 15 mil mortes/ano devem ocorrer em decorrência da doença no Brasil, que geralmente ocorre em homens mais velhos. A maioria dos casos são diagnosticados após os 65 anos.


A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. É localizada abaixo da bexiga e sua principal função é produzir o esperma.


Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando um tratamento curativo. Na fase avançada, os sintomas podem ser dor óssea, dor ao urinar, vontade de urinar com frequência, presença de sangue na urina ou no sêmen. A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que homens a partir de 50 anos devem procurar um profissional especializado para avaliação.


Os fatores de risco envolvidos no câncer de próstata são: história familiar com pai, irmão, avó ou tio acometido pela doença, homens negros, e obesos. Nesses casos a recomendação é começar a investigação aos 45 anos.


A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Dois exames iniciais têm grande importância para o diagnóstico da doença: o exame de sangue, por meio do Antígeno Prostático Específico (PSA), e o exame de toque retal. Esses dois exames, quando associados, podem dar uma segurança de cerca de 90% ou mais, auxiliando no diagnóstico precoce da doença. Outros exames poderão ser solicitados, ou se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.


Para aqueles pacientes que optarem pelo rastreamento do câncer de próstata com o exame de PSA, o toque retal não é obrigatório, pois é incomum a ocorrência de câncer de próstata do tipo agressivo que cause alteração apenas no exame de toque. Apesar disso, é um exame simples que pode ser realizado para auxiliar o médico a decidir se há indicação de biópsia da próstata, principalmente quando o PSA estiver alterado.


A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida.


Ainda segundo o Inca, uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não-transmissíveis. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, identificar e tratar adequadamente a hipertensão, diabetes e problemas de colesterol, diminuir o consumo de álcool e não fumar.


Assim como vimos quando falamos a respeito do câncer de mama, a melhor forma de prevenir o câncer de próstata e seguindo um estilo de vida saudável e equilibrado. Então é de extrema importância que procure um profissional regularmente de modo que sejam esclarecidas todas as dúvidas e os exames de rotina sejam realizados.



23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Inscreva-se aqui para receber novidades sobre nosso site e eventos

  • Facebook
  • Instagram

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados