O uso do botox além da estética


Olá minhas queridas, estamos de volta com nossa coluna. Dessa vez vamos falar de um assunto que está muito na moda, o botox. A cada dia que passa vejo mais na mídia pessoas fazendo o uso do botox para fins estéticos. Mas você sabe o que é o botox e como ele age no nosso corpo? Sabia que ele pode fazer parte do tratamento de diversos problemas de saúde? Vem comigo que te explico mais.


O botox é uma proteína produzida por uma bactéria, Clostridium botulinum, que se chama toxina botulínica. É a mesma bactéria causadora da doença botulismo, mas a toxina botulínica industrializada é purificada e usada em doses que não causam a doença. A toxina botulínica tem subtipos como A, B, C, a utilizada na medicina é a do tipo A.


Aqui no Brasil, o botox é usado para fins terapêuticos desde 1992, muito antes do uso estético, que começou somente nos anos 2000. As primeiras indicações eram para o estrabismo e o blefaroespasmo (ato de piscar os olhos de maneira descontrolada e excessiva), mas hoje ele já pode ser usado para tratar doenças tão diversas como bexiga hiperativa, cefaleia, paralisias, espasmos musculares e hiperidrose (suor excessivo).


Em primeiro lugar vamos falar de seu uso mais conhecido. O botox para uso estético é indicado para suavizar as rugas e linhas de expressão do rosto. Como as rugas da testa, vinco na glabela (espaço entre as sobrancelhas), o famoso pé de galinha e rugas que se formam na região dos olhos. Não sendo recomendado realizar na região do bigode chinês por ser uma região de bastante movimento com o risco de deixar o rosto paralisado.


E resumidamente o que o botox faz no musculo é uma paralisia. A toxina que é aplicada no músculo provoca o relaxamento da região, agindo como um bloqueador neuromuscular, ou seja, bloqueando a transmissão de estímulos entre os neurônios e os músculos, impedindo dessa forma a contração muscular. Esse bloqueio é irreversível, porém é temporário, pois nosso organismo após um determinado tempo constrói novas vias de transmissão entre neurônio e músculo.


Na estética o botox pode ser feito: de forma preventiva, feita a partir dos 25 anos antes da formação das rugas; ou de forma reparativa, sendo um tratamento para tirar a tensão da musculatura, amenizando assim as rugas e linhas de expressão. O tratamento não dever ser feito em grávidas e em mulheres amamentando.


O resultado da aplicação do botox não é imediato, ele começa a ser notado após dois a cinco dias a partir do momento da aplicação, tendo duração de seu efeito por aproximadamente 3 a 4 meses, podendo durar até 6 meses. Por ser um medicamento biológico, deve ser seguido um intervalo mínimo de três meses entre cada aplicação, considerando a mesma região tratada. Caso esse prazo não seja respeitado, pode se desenvolver uma resistência ao produto e o botox perde seu efeito.


Além do uso estético, o botox pode ser utilizado para o uso terapêutico no tratamento de: bexiga hiperativa, espasticidade disfuncional (rigidez muscular excessiva), distonias, espasmo hemifacial, hiperidrose, enxaqueca, estrabismo, blefaroespasmo.


A toxina botulínica mudou a história do tratamento das espasticidades, especialmente entre as crianças que sofrem de paralisia cerebral ou em casos de sequela de AVC (acidente vascular cerebral). Melhorando a fisioterapia e a capacidade motora desses pacientes, estimulando a adaptação muscular e reduzindo os números de cirurgias.


Nos casos de estrabismo melhora o alinhamento ocular sem necessidade de intervenção cirúrgica. No blefaroespasmo controla os movimentos involuntários das pálpebras.


Um dos mais recentes usos da toxina botulínica é no tratamento da enxaqueca crônica, por meio de aplicações logo abaixo da pele, o medicamento é capaz de impedir que as terminações nervosas que causam dor cheguem ao músculo.


Outra área da medicina que utiliza a toxina botulínica é a urologia, especialmente no tratamento da chamada bexiga hiperativa, quando o paciente sente uma vontade urgente e desconfortável de urinar, ou quando ele precisa excessivamente ir ao banheiro no decorrer do dia. A aplicação da toxina deve ser feita diretamente no músculo da bexiga, por meio de uma endoscopia.


É importante sempre procurar um profissional qualificado para realizar a aplicação desse aliado incrível que é o botox, seja para fins estéticos ou terapêuticos.




42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo