Paternidade Consciente


No artigo de hoje entrevistei meu companheiro a respeito da compreensão dele sobre a paternidade consciente que ele está construindo na nossa família.


Compartilho com vocês na intenção de despertar para essa honra e missão que é celebrada esse mês com o dia dos pais. Aproveito para desejar um feliz dia dos pais a todos os pais que acompanham esse projeto e para as mulheres que estão lendo fica o convite de mostrar para eles os artigos construtivos que eles podem ler aqui. 


Uma das coisas que decidimos fazer como forma de colocar em prática nossas reflexões sobre uma parentalidade cada vez mais consciente foi a não necessidade de demonstrar através de um presente físico aquilo que sentimos como valor inestimável na missão de pai e mãe. Então ele não vai ganhar presente de dia dos pais e nem eu de dia das mães. Na verdade a gente já tinha esse combinado desde que éramos ainda namorados. Também não tem presente de dia dos namorados. Não somos um casal de consumidores comuns. Procuramos ser consumidores conscientes. Mas isso não significa que não demonstramos nosso carinho de outras formas e também nos presenteamos em dias que outros consideram um dia comum. Mas isso é assunto para outro artigo. Vamos para a entrevista com o papai. Quando um homem se torna pai? Biologicamente é quando filho nasce. Mas tem algumas coisas que acontecem antes disso, que eu entendo que já são os sinais da paternidade. Quando a gente já começa a sentir o amor pelo bebê, antes dele nascer, entendo que são os primeiros sinais. Mas isso eu posso falar por mim. Por que é importante também ressaltar que na nossa sociedade ainda existem muitos homens que abandonam suas esposas e seus filhos, então não posso dizer por eles quando é que inicia. São números expressivos de pessoas que agem de tal modo.  Mas isso não deve ofuscar o brilho que tem o amor de pais dedicados, que não são poucos.  Então voltando a pergunta, é muito mais do que um aspecto biológico, até porque existem pais que não necessariamente concebem um filho, mas adotam e a gente consegue perceber que ali existe o amor.  Quando a gente busca uma resposta para essa pergunta e não encontra com muita facilidade por não conseguir instaurar um marco, por trascender o aspecto fisiológico, é aí que o homem se torna pai. Por que o amor não se explica, se sente. Me lembro do primeiro teste de gravidez que comprei pra Arimila, de alguma forma eu já sabia que ela estava grávida (e ela também) e isso já me movimentava interiormente, mas quando vi o resultado do teste com uma bela carta ao lado correram lágrimas na minha face. Quando foi que me tornei pai? Quando eu sentia? quando eu vi o resultado do exame? quando minha filha nasceu? Ou quando decidimos ter nosso primeiro bebê? 

Existe aquele ditado que diz que quando o discípulo está pronto o mestre aparece. Em um olhar mais espiritual acredito que os filhos são parte do nosso processo de evolução. Então no meu caso vejo que a paternidade apresentou os primeiros vestígios quando me abri para essa missão, mas realmente me tornei quando a Mariana nasceu, pois aí pude praticar a paternidade. O que é ser um pai? Ser pai é mostrar o caminho. Já chegamos em algum lugar e a travessia em alguns momentos foi dolorosa e apresentar essa experiência pode fazer com que eles não sofram da mesma forma e caminhem mais longe. O mundo está em constante transformação e os desafios são diferentes, muitas coisas precisarão explorar por si mesmos, mas com uma boa base de educação pode fazer com que os filhos sejam libertos para que não se tornem escravos por escolhas ruins. Ser pai é estar vigilante com o que faz porque essa é a forma com que eles aprendem. Falar é importante, mas dar ação à palavra é o que realmente ensina. O pai é quem apresenta o mundo para os filhos, dessa forma cabe ressaltar que a construção de um mundo melhor cabe a cada um, aqui podemos criar nosso inferno ou céu. Então é preciso olhar com amor os filhos para que desenvolvam virtudes. Meu trabalho é plantar e assim fica mais fácil de explicar a eles que a gente colhe o que planta e assim vamos melhorando nossos plantios a cada dia para termos colheita boa e farta. O que mudou na vida prática do pai moderno? Acredito que hoje é necessário uma reflexão mais constante acerca da nossa missão, pois com as facilidades do mundo moderno, tá sujeito a internet assumir a função da paternidade. Numa música do Renato Russo ele diz que disciplina é liberdade e acredito nisso. Com disciplina não nos afastamos do lugar de pai e os filhos não ficam soltos sem rumo. O desafio é estar presente, antigamente e agora, mas hoje uma criança de 7 anos tem mais informacões do que um imperador romano. Precisamos acompanhar que informações estão chegando aos nossos filhos para que façam bom proveito e contribuam para o desenvolvimento deles. Ser pai pode ser ensinado e aprendido? Ser filho é um bom aprendizado para ser Pai. Eu sei das coisas que fiz que não agradaram meus pais e por aí eu posso desenvolver uma forma de fazer com que meus filhos não façam as mesmas coisas. Não somos perfeitos e isso cabe aos nossos pais. Hoje, com mais maturidade eu reconheço que meus pais fizeram o melhor que puderam para minha educação, mas consigo reconhecer algumas coisas que posso fazer diferente com meus filhos, inclusive dialogando com meus pais a respeito, sem julgamento. Eu tenho essa possibilidade, mas ainda assim existem diversos profissionais que contribuem para de alguma forma ensinar paternidade. É bom estudar, mas o que realmente se consolida é o que é colocado na prática. Por que ser pai? Ser pai nos ensina a viver. Faz parte da ordem natural das coisas. Assim como fomos criados temos condições de continuar a espiral da vida. Podemos vivenciar as dores e delícias que essa missão nos apresenta. Tem momentos desafiadores, mas dão sentido à vida pois através dos filhos cultivamos a esperança que nos move a sermos melhores.

Entrevista com João Gilberto Peixoto Milanez, 33 anos.


50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Inscreva-se aqui para receber novidades sobre nosso site e eventos

  • Facebook
  • Instagram

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados