Pausa para uma meditação ativa


Esses dias tive uma intuição de algo que frequentemente me auxilia a alinhar meus pensamentos, limpar sentimentos e trazer como resultado boas ações.


Gosto muito de trabalhos manuais, e entre tantas tarefas, entre ser mulher, esposa, mãe, amiga, profissional e antes de tudo, um ser humano e me descobri também uma artista múltipla. Desde criança fui incentivada a fazer da arte um hábito como uma forma de desenvolver "corpo são e mente sã". Foi então que comecei a prestar mais atenção em como as artes, os trabalhos manuais em especial, estão presentes na minha vida me salvando de mim mesma. Sim, sinto que às vezes, quando estou me afundando num mar de exaustão mental, o que me coloca novamente no prumo é fazer uma meditação ativa.

Há momentos em que conversar com alguém, seja essa pessoa meu companheiro ou uma amiga, um colega de trabalho ou minha mãe é um exercício de elaborar e processar, compreender e averbar coisas que eu nem sabia que estavam guardadas em mim. Também já fiz faxina na casa enquanto aproveitava pra fazer uma faxina interna em mim. Já cozinhei como forma de apurar meus sentidos e cozinhar para mim é uma arte alquímica, é alto nível.

Mas há outros momentos de quietude sonora, quando consigo ouvir o nada ecoando na presença intuitiva absoluta do meu ser aqui e agora. Isso acontece quando estou fazendo crochê, bordado, costurando, desenhando, pintando, escrevendo ou simplesmente fazendo as unhas que também é uma arte admirável. Cada pessoa pode encontrar uma arte manual que aprecie e queria desenvolver. O importante é querer aprender porque hoje através da internet encontramos muitas ferramentas e cursos disponíveis.

Trabalhar com as mãos organiza meu interior, desembaraça meus pensamentos, traz presença e me conecta profundamente com meus sentimentos. Eu escolhi o desenho para desenvolver, nesses tempos de pausa e percebi que é altamente recomendável. Tenho uma conexão direta com o nascer e com a arte gestacional, então peguei esse caminho obedecendo minha intuição. Quando obedecemos nossa intuição é sempre uma dádiva. A força Superior emergindo de nosso centro para nos dizer claramente o que devemos fazer, por onde podemos começar.

Espero que essa dica seja útil na sua nova rotina e que a arte se torne um hábito saudável na sua vida também. A gente percebe a beleza da vida claramente quando se dá a oportunidade de aprender.



10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo