top of page

Primaverando


Chegou setembro, mês das cores, mês de recomeço, mês do equinócio de primavera, e as flores se aproximam minhas amigas. Setembro é marcado pelo equilíbrio da luz solar sobre os hemisférios, possibilitando que norte e sul recebam a mesma intensidade de raios solares, fazendo com que dia e noite tenham a mesma duração. Para nós, setembro é banhado pelas cores da primavera, onde a vida renasce e a beleza do viver floresce. Eu amo o mês de setembro por estes acontecimentos, e setembro sempre me enche de esperança em dias melhores.


Socialmente, setembro também é marcado por uma campanha de celebração à benção que é viver, sendo conhecido como setembro amarelo, um mês de assuntos relacionados a prevenção do suicídio e VALORIZAÇÃO DA VIDA. E este mês, trarei para nós canções e interpretações que abordem o tema viver, músicas que vibrem a vida, e se puderem, levem estas canções para as demais pessoas, para que esta energia vibre em todos nós.


Vamos fortalecer a nossa corrente de amor ao próximo, pois nunca sabemos o que se passa no coração de uma pessoa e, é possível que uma palavra seja fonte de ânimo e disposição, e uma música possa salvar alguém.


E para iniciar este mês de ALEGRIA e BEM VIVER, vamos sentir o poder da natureza e da vida através da beleza do canto de Laura Cândida. Uma artista mineira que eu acredito ser uma das grandes promessas da nova MPB. Laura tem uma escrita que nos ilumina a alma e nos faz admirar a grandiosidade das coisas da vida, sua musicalidade vibra paz em nosso coração e nos faz navegar na calmaria. Com um timbre único, Laura canta com o coração, e através do coração dela apresento a canção “Primaverando”, composta em 2012 e gravada em 2019 com a participação especial de Gustavo Fagundes.


Quando perguntei à Laura o que ela poderia me dizer desta canção, recebi a seguinte mensagem que faço questão de reproduzir na íntegra:


“Foi um sentimento muito genuíno, muito simples, assim como todas as canções que eu escrevo. A casa que morávamos em Tocantins tinha muitos mamoeiros, então as araras faziam a festa ali. Um dia acordei e tinha um casal de araras vermelhas muito bonitas fazendo algazarras lá e eu acordei com o canto delas, e aquilo me deixou muito alegre, muito feliz e fui vê-las comendo as frutas e vi que tinha muitos passarinhos e, então eu me dei conta que era setembro. E fiquei muito feliz, senti uma felicidade muito bonita no meu coração, me trouxe uma energia de esperança na vida, em fé de dias melhores e perceber o quanto a vida é bonita, o quanto a vida é boa e quantos presentes a gente recebe todo dia. Então eu peguei o meu violão e compus essa canção, que eu sinto que é uma canção bem simples, muito próxima do que aconteceu, tinha um monte de passarinhos e eu me dei conta disso, do sol, das nuvens, das abelhinhas e toda essa festa que a natureza faz na primavera e todo dia que o sol nasce”.


E todos os dias que o sol nasce ele traz consigo a energia vital, que nos alimenta o espírito, que fortalece nossa vibração e clareia o nosso olhar para a singeleza da vida, para que possamos enxergar que vale a pena viver, que acordar todos os dias é uma benção, que respirar é um presente maravilhoso e estar aqui presente é uma dádiva.


A canção Primaverando traz algo muito singelo e ao mesmo tempo grandioso que é “acordar todos os dias”, abrir os olhos é um presente. A canção primaverando nos mostra quão possível é admirar as coisas ao nosso redor, me lembra que não precisamos de muito para ser feliz, poder ouvir os passarinhos e sonhar com um jardim florido é de grande riqueza.


Assim como as estações a vida tem seus ciclos, há dias que o frio pode doer, mas o sol nascerá. E se, por uma benção da vida não sentimos frio, que nos lembremos que podemos ser o cobertor de alguém. A vida é bela, um dia de cada vez, sempre que acordamos é uma nova oportunidade.


“Hoje eu acordei feliz, hoje eu acordei cantando, hoje eu acordei assim, primaverando”.


Desejo que essa canção possa vibrar a vida dentro de nós, que possamos admirar a luz do sol que nos ilumina, que tenhamos condições de reconhecer que a simplicidade da vida é na verdade um tesouro valioso, que nos fortaleçamos em nossas virtudes como admirar e respeitar a natureza, que possamos saborear a vida, apreciar os momentos, que possamos permitir que um jardim floresça dentro do coração da gente para seguir primaverando todos os dias.




31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page