“Todas as vitórias ocultam uma abdicação” Simone de Beauvoir

"Você não sabe o quanto eu caminhei pra chegar até aqui." (A Cidade, Cidade Negra) Essa música me lembra tanto a caminhada das mulheres em busca de direitos iguais e ninguém sabe o quanto caminhamos exatamente, mas sabemos que estamos muito a frente do que estávamos naquele fatídico 20 de fevereiro de 1909 em Nova Iorque quando aconteceu uma jornada de manifestação pela igualdade de direitos civis e em favor do voto feminino. Ou daquele 8 de março de 1917 na Rússia (23 de fevereiro no calendário gregoriano) onde foi realizada uma grande passeata antecipando a Revolução de 1917. Evento após evento, batalha após batalha estamos conquistando nosso espaço na sociedade e tudo tem uma abdicação, um esforço, um preço que só sabe quem calça esse sapato, quem se dispõe a viver nesse mundo de contradições onde tantas mulheres reconhecem seu valor, seguem seus instintos de liberdade e não se cansam de sonhar.

Há tantos desafios a vencer e posso citar alguns que me cabem como o fato de trabalhar dentro e fora de casa representa um excesso de funções que levam a uma exaustão mental às vezes. A terceirização da educação de meus filhos pequenos ainda é uma questão que me desafia particularmente. Acho que queremos abraçar o mundo acumulando tantas funções e sabemos que somos capazes. Mas tudo isso me leva a refletir como podemos equilibrar as coisas. A resposta é clara. Não devemos ocupar um lugar que não é nosso, podemos "apenas" ocupar nosso próprio espaço enquanto mulheres e os homens farão seu movimento para encontrar o equilíbrio de seu universo que é composto também de força feminina. Já está acontecendo, timidamente, um equilíbrio que começa a se estabelecer do caos das batalhas. Mas não vamos nos iludir na estabilidade inexistente, pois somos água e fogo, somos terra e ar. Somos a natureza mutável e sempre cíclica que nos ensina que a cada segundo estamos em constante transformação.

Você percebe essa ordem e equilíbrio nas batalhas do seu dia a dia?

#sejaamudançaquevocêquervernomundo Por:


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo