Celebrando o Dia Internacional da Mulher em Madagascar

Atualizado: 10 de Abr de 2020

Ruas cheias de mulheres dançando, cantando e desfilando em uma competição parecida com a das escolas de samba no Brasil, em celebração desse feriado tão importante aqui em Madagascar. Assim será o dia 8 de março aqui conforme a tradição. Madagascar é um país de muitas tradições. Há 18 tribos oficiais e cada uma tem sua própria cultura. Muitas mulheres são submetidas a uma cultura machista e está tudo bem. Ah, elas já estão acostumadas assim... Peraí, será que é isso mesmo? Hoje, 5 de março eu e Janaíne, a médica brasileira que vive aqui, convidamos as mulheres da comunidade ao redor do Campo da Paz para nossa celebração do dia da mulher. Preparamos uma reunião com duas atividades que se completam na vivência do que queremos despertar nas mulheres, seu próprio poder que está fundamentado no amor e na união.


Na primeira explicamos a origem do dia 8 de março como dia internacional da mulher e das conquistas sociais que já foram adquiridas desde então. Depois conduzimos as mulheres numa vivência terapêutica onde elas desenharam uma árvore. Cada parte da árvore simbolizando algo de si mesmas: as raízes como as qualidades recebidas das ancestrais, o tronco sendo suas habilidades e talentos individuais, os galhos como bençãos que recebemos ao longo da vida e finalmente os frutos simbolizando o que queremos deixar de melhor no mundo. Não foi fácil conseguir uma concentração em meio a tantas crianças e tantas mulheres que pela primeira vez se permitiram observar a si mesmas de forma mais abstrata. Mas sentimos que a proposta teve bons resultados e alcançou o coração e o útero dessas mulheres.


A segunda atividade foi uma dança circular e repercutiu com fluidez em seus corpos já habituados a esse tipo de celebração, embora dançar de forma circular tenha sido a novidade. A música escolhida tem uma batida de tambor muito familiar e fala de sermos plantadeiras das boas sementes recebidas de nossa mãe, espalhando bençãos. Após esse momento tão alegre e bonito de expressão coletiva e também individual, houveram abraços e a cada uma delas foi dada uma lembrancinha.


Mais do que lembrar desse dia, queremos que as transformações do que estamos fazendo aqui aconteçam de dentro pra fora e de fora pra dentro nas ações e na forma de cada uma ser e estar no mundo. Desejamos que todas as mulheres, sem fronteiras, sejam abraçadas por serem portadoras da vida, semeadoras do amor e guardiãs da harmonia. Que possamos ser a mudança que queremos ver e que sejamos respeitadas sempre. Que haja equilíbrio em nós para que a vida prospere.


Por:

#sejaamudançaquevocêquervernomundo

#umafamiliaporummundo

#mulheresunidas #diainternacionaldamulher #plantadeirasdeboasemente #universofeminino #girlpower

61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo